Buscar

Prevenção à Trombose


Você já ouviu falar sobre a trombose? Talvez já tenha visto ou ouvido falar, mas pode não ter relacionado os sintomas à doença.


A trombose é o desenvolvimento de um coágulo (ou trombo) dentro de uma ou mais veias, em geral, dos membros inferiores do corpo. Esse coágulo causa o entupimento do vaso, dificultando e até bloqueando o fluxo sanguíneo.


Um problema mais grave ocorre quando este coágulo se desprende do local onde está e segue pela corrente sanguínea, podendo chegar ao cérebro, ao coração, aos pulmões (mais frequente) ou em outros órgãos e partes do corpo, podendo causar sérias lesões e complicações, este processo chama-se embolia. A embolia pulmonar é mais comum e ocorre quando este coágulo chega aos pulmões seguindo a corrente do sangue que vai ser oxigenado, causando o entupimento das artérias. Esta complicação é de altíssima gravidade e pode causar morte súbita.


A trombose pode ser classificada em dois níveis:


Aguda: A trombose aguda é solucionada de forma natural, quando o próprio organismo consegue dissolver os coágulos que estão provocando o entupimento das veias, sem deixar sequelas ou permitir que a situação evolua para uma complicação mais grave.


Crônica: A trombose crônica ocorre quando o organismo não consegue dissolver os coágulos sem deixar sequelas. Estas sequelas ficam dentro das veias e destroem a estrutura das válvulas, que prejudica o retorno do sangue e causa inchaço, escurecimento da pele, endurecimento da pele, varizes e outros problemas.


Além da trombose venosa profunda (mais comum), há também a trombose arterial e a trombose hemorroidária.


A trombose arterial acontece quando os trombos se formam nas artérias, bloqueando-as e impedindo a circulação do sangue. Este tipo de trombose é extremamente perigoso pois a região do corpo que não recebe o sangue morre em pouco tempo.


A trombose hemorroidária acontece quando uma hemorroida contém trombos. Este tipo de trombose é extremamente doloroso e causa a formação de um nódulo com inchaço na região anal.


Causas:


A trombose tem mais probabilidade de ocorrer após cirurgias (principalmente na região das pernas), e também como resultado de longos períodos sem mobilidade do corpo. Outros fatores que também são responsáveis pela doença são:

  • Tabagismo;

  • Tratamento hormonal;

  • Uso de anticoncepcionais;

  • Varizes;

  • Tumores malignos;

  • Gravidez;

  • Doenças crônicas;

  • Distúrbios de hipercoagulabilidade.

A pré-disposição genética e a idade avançada também contribuem para o surgimento da trombose.


Sintomas:


Os sintomas podem se manifestar por dor, elevação da temperatura, vermelhidão e endurecimento da pele e aumento do tamanho das veias na região afetada. No entanto, a trombose venosa profunda pode ser assintomática.


Já nos casos de embolia pulmonar, onde o atendimento médico deve ser feito em caráter de urgência, os sintomas são:

  • Dor no peito;

  • Tontura;

  • Dificuldade de respirar;

  • Tosse com sangue;

  • Inchaço, vermelhidão e elevação da temperatura da perna;

  • Palpitações.

Existe tratamento?


Sim, de acordo com a avaliação médica, os procedimentos a serem aplicados no tratamento podem ser a utilização de medicamentos anticoagulantes, a utilização de meias de compressão para diminuir o inchaço e, em alguns casos, pode ser inserido um filtro na veia de maior tamanho localizada no abdome, para impedir que os coágulos cheguem aos pulmões através da corrente sanguínea.


É importante não se automedicar e seguir as orientações médicas sobre o tratamento.


Existem métodos de prevenção para a trombose?


Felizmente sim! O primeiro método é a prática de atividades físicas, sabe-se que o sedentarismo é aliado à trombose, então, exercitar o corpo, principalmente as pernas, mesmo que através de curtas caminhadas é uma ótima forma de prevenção. A utilização de meias elásticas (sempre de acordo com a orientação médica) é recomendada caso você tenha varizes ou sofra de insuficiência venosa. Além disso, manter o peso e a dieta equilibrados, manter o corpo devidamente hidratado, não fumar e ingerir bebidas alcoólicas com moderação serão de ajuda não só na prevenção da trombose, mas também de muitas outras doenças.


Caso você note sintomas de trombose, não hesite em procurar atendimento médico para que seja feito um diagnóstico correto e se necessário, seja iniciado o tratamento o quanto antes, para evitar que o coágulo possa se mover e causar maiores complicações.


Informações obtidas em: Ministério da Saúde.



#CuidamosDissoPraVocê

Prevenção ao Suicídio (Setembro Amarelo)

"...Estima-se que aproximadamente 90% dos casos de suicídio poderiam ser evitados se as vítimas tivessem recebido ajuda tanto de profissionais quanto de pessoas ao redor, mas para que as pessoas recebam a ajuda necessária e cada vez mais casos de suicídio não venham a acontecer, é necessário que todos tenham um melhor entendimento sobre..."

Ler Mais


Entenda sobre os Linfomas

"...Os linfomas acontecem quando um linfócito (célula de defesa) sofre mutação e se transforma em uma célula maligna com capacidade de crescimento descontrolada e capacidade de produzir clones, que podem, com o passar do tempo, atingir tecidos ao redor e outras partes do corpo..."

Ler Mais

13 visualizações
  • social_media-03
  • social_media-01
  • social_media-02

R. Eng. Ubaldo Gomes de Matos, 53 - Sala 31

Edf. Dormar - Santo Antônio, Recife - PE

50010-907

.

.

© 2020 3W Holding . Todos os direitos reservados

3W Corretora de Seguros LTDA ME   -   CNPJ:21.275.212/0001-51

____

Empresa Certificada

Eleita uma das 10 melhores Corretoras de Seguros do Brasil em 2018 pela Extramed Administradora de Benefícios