Buscar

Planos de Saúde Regionais e Nacionais

Atualizado: Jul 7



Quando você decide contratar um plano de saúde, a depender da operadora que você escolher, você poderá ter mais de uma opção de abrangência geográfica disponível, o que irá interferir diretamente no preço final do plano e também irá determinar se você irá receber atendimento ou não a depender da região onde você estiver quando precisar usar o plano.


Quando falamos “abrangência geográfica”, estamos nos referindo à região em que aquele plano lhe dará cobertura.


Um plano de saúde pode ter:


  • Abrangência geográfica regional;

  • Abrangência geográfica nacional.


Como você já deve imaginar, um plano de saúde com abrangência regional é aquele que limita o atendimento a uma determinada região, podendo ser um município, um conjunto de municípios, um estado, ou um grupo de estados. Já o plano de saúde nacional traz uma maior flexibilidade pois lhe possibilita receber atendimento em todos os estados do país.


Embora pareça algo simples, uma decisão errada sobre esse ponto pode fazer com que você tenha muita dor de cabeça futuramente de uma forma ou de outra.


Como assim?


Algumas pessoas têm a ideia de que planos nacionais são melhores, por serem mais caros. Porém a questão de ser “melhor” ou “pior” na maioria das vezes não está relacionada à cobertura geográfica do plano e pode não estar relacionada ao preço.


Independentemente de você escolher um plano de saúde regional ou nacional, é obrigação da operadora de saúde cumprir pelo menos os procedimentos que estão descritos no Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Isso significa que, determinados planos de uma operadora podem ter mais coberturas além do que é obrigatório, porém, as operadoras não podem cobrir menos do que o que está definido pela ANS.


Então, você deve ter atenção às coberturas, à rede credenciada do plano e à reputação da operadora de saúde quando quiser avaliar a qualidade do plano, e não utilizar a cobertura geográfica como principal nivelador de qualidade.


Pode acontecer, no entanto, de um determinado plano apresentar cobertura apenas em um único município onde não há uma rede credenciada de hospitais, clínicas e laboratórios que sejam de qualidade ou que sejam de seu agrado. Nesse caso específico, a abrangência geográfica poderá sim afetar a qualidade e a satisfação com o plano, pois você pode preferir ir à cidades vizinhas para receber atendimento médico.


Uma outra questão é que, planos regionais, obviamente, são mais baratos que os planos nacionais, por isso, muitas pessoas podem optar por esse tipo de plano sem pensar duas vezes ou até mesmo sem avaliar suas reais necessidades, focando apenas no preço.


Para que você possa entender melhor, vamos exemplificar duas situações onde houve uma escolha inadequada da abrangência geográfica do plano de saúde.


Marcos é um executivo de contas que trabalha em uma agência de viagens que atua em todo o país. Ele viaja com frequência para outros estados a fim de acompanhar o andamento das vendas com os hotéis e pousadas que são associados à agência, prestar suporte e sugerir novas estratégias.


A fim de economizar dinheiro, Marcos optou por ter um plano de saúde regional que tem cobertura apenas no seu estado. Correu tudo bem por um tempo, no entanto, quando ele estava em uma de suas viagens, Marcos adquiriu uma infecção bacteriana e precisou de atendimento médico imediato. Infelizmente o plano de saúde escolhido por ele não apresentava cobertura fora do estado de sua residência.


Por não ter um plano de saúde com cobertura geográfica nacional, Márcio precisou recorrer ao atendimento público de saúde, onde encontrou uma certa dificuldade de atendimento.


Imagine se a situação dele se agravasse? Ele estaria desamparado pelo plano porque escolheu uma cobertura geográfica muito restrita pensando apenas no preço, e não na real necessidade dele, uma vez que ele viaja com frequência.


Após o ocorrido, Márcio decidiu trocar seu plano de saúde por outro com cobertura geográfica nacional, mas alguém que tem uma rotina como a dele não precisa esperar algo do tipo acontecer para perceber que pode ter dor de cabeça por uma escolha errada no momento da contratação do plano de saúde, não é?


Agora vamos a uma situação oposta. Cássia, que é corretora de imóveis em sua cidade, decidiu contratar um plano de saúde com cobertura geográfica nacional porque entendeu que aquele tipo de plano era melhor que uma opção regional, e ficou admirada com coberturas em grandes hospitais de vários estados, sem analisar a real necessidade dela.


Cássia raramente viaja para fora do estado e paga um valor desnecessariamente alto por um plano de saúde nacional, quando na verdade, são pouquíssimas as vezes em que ela sequer tem a chance de utilizá-lo fora do seu estado de residência.


Durante a pandemia, com a necessidade de reduzir os gastos, Cássia optou por trocar de plano para um com opção geográfica regional, porém, ela já poderia estar economizando dinheiro há muito tempo, pois ela estava pagando mais caro por uma cobertura que ela não utilizava.


Conseguiu entender como uma escolha errada sobre essa questão que aparentemente é simples pode causar muito prejuízo no futuro?


Por isso é importante conversar com o seu consultor e explicar um pouco da sua rotina.


Sabendo das informações que você têm agora, contamos com você para escolher a opção mais adequada.


Mas e se você já tem um plano de saúde regional e após fazer uma análise, viu que, na verdade, uma opção com cobertura nacional é mais adequada para você? Ou se você tem um plano com cobertura nacional mas percebeu que está pagando um valor mais alto sendo que, na verdade, você sai muito pouco de seu município e de seu estado de residência?


Ou ainda se você tiver um plano regional e se mudar para outro município ou estado que aquele plano não cobre?


Em todas essas situações você pode solicitar a troca de plano para o seu consultor ou diretamente para a operadora de saúde, a depender do caso. Há uma grande possibilidade, inclusive, de você conseguir redução de carências.


Não deixe de fazer, eventualmente, análises em seu plano para verificar possíveis alterações que podem melhorar muito o seu atendimento ou fazer você economizar.



#CuidamosDissoPraVocê



Como um Plano de Saúde Pode Significar Economia e Não Despesa?


"...Em um cenário tão desfavorável, muitos viram a necessidade de reduzir os gastos de forma imediata, e os gastos fixos, tais como a mensalidade do plano de saúde, acabaram indo para o topo da lista..."

Ler Mais


Que tipo de acomodação devo escolher no Plano de Saúde?


"...O tipo de acomodação escolhido pode ser de grande diferença quando se trata de conforto e bem estar psicológico, principalmente após um procedimento de saúde mais complexo..."

Ler Mais


21 visualizações